SemiFinal – Festival da Canção Aliança Francesa 2021

Confira os semifinalistas do Festival da Canção Aliança Francesa 2021!

Nome artístico
Cidade/Estado
Nome da música
Composição/autoria da música
Thaïs Morell
Curitiba/PR
Comme s'il en Pleuvait
Tété
Luiza Prevedel
Maringá/PR
Sous le ciel de Paris
Hubert Giraud | (Instrumentos por Pomplamoose)
Marcelo Petry
Itapema/SC
Tous le visages de l'amour
Charles Aznavour
Marcia Kaiser
Curitiba/PR
"J'attendrai"
Compositor: Dino Olivieri / Autor: Louis Poterat
Polô
Curitiba/PRDestinos Iguais - Tonico e Tinoco (versão livre em francês)
Versão francesa de autoria própria
Luiz Barbosa
Joinville/SC
Bad Boy
Yseult
Loomion
Florianópolis/SC
À peu près
Pomme
Carolina Brum
Florianópolis/SCLa Rua Madureira
Nino Ferrer
Marsal Nogueira
Curitiba/PRMénilmontant
Charles Trenet
Vinícius Zanin
Londrina/PR
Soulman
Ben Lóncle Soul

SAIBA MAIS SOBRE O FESTIVAL:

A 14ª edição do Festival da Canção Aliança Francesa abre inscrições e ganha como padrinhos a cantora brasileira Letrux e o cantor francês Ben L’Oncle Soul.

14ª edição do Festival da Canção Aliança Francesa abre inscrições gratuitas, de 7 de julho a 31 de agosto, para cantores amadores e profissionais, com transmissão ao vivo das etapas semifinal e final nas redes sociais das Alianças Francesas. O vencedor será premiado com uma viagem para Paris e um passe para o MaMA Festival & Convention, maior encontro francês da indústria musical na França, um dos parceiros dessa edição. O Festival conta também com o apoio do Club Med Brasil, que oferece o prêmio de 2º lugar, da Embaixada da França no Brasil e da What The France, marca de referência do Centro Nacional de Música na França. Os interessados poderão se inscrever no site oficial do festival: http://festivaldacancaoaf.com.br/.

A grande novidade dessa edição é a participação de artistas francófonos como padrinhos do Festival: uma madrinha brasileira e um padrinho francês. Os artistas convidados foram a cantora carioca Letrux e o cantor francês Ben L’Oncle Soul. Eles irão acompanhar de perto os participantes com o objetivo de ajudar na preparação para as etapas semifinal e final, contribuindo também para o desenvolvimento da carreira musical de cada artista. Esse trabalho será feito através de MasterClasses e encontros virtuais com os selecionados para as semifinais e a final nacional.

concurso é gratuito e aberto a cantores amadores e profissionais e visa promover a descoberta de novos talentos e divulgar a diversidade do repertório musical em francês. Para participar, não é necessário o domínio da língua francesa, o importante é caprichar na interpretação e na pronúncia. Poderá participar do concurso toda pessoa de nacionalidade brasileira e maior de 18 anos (no caso de algumas cidades é permitida a participação de residentes estrangeiros, consulte o regulamento completo no site para saber mais). Cada candidato só poderá se inscrever uma vez com uma música, sendo vedada a utilização de pseudônimos, sob pena de desclassificação sumária. Serão julgados os quesitos:  afinação; ritmo; interpretação (capacidade de transmitir os sentimentos evocados pelo texto e a música); pronúncia; postura cênica e originalidade. O regulamento está no site: http://festivaldacancaoaf.com.br/.

fase de seleção dos candidatos inscritos é de 01 a 15 de setembro 2021.  A divulgação dos selecionados no site acontece a partir do dia 16 de setembro 2021. Aqueles que forem selecionados na primeira etapa terão a oportunidade de se apresentar em um show que será transmitido ao vivo, no mês de outubro, diante de um júri composto por profissionais do meio musical ou ligados ao meio artístico, membros da Aliança Francesa, apoiadores e representantes de entidades francesas no Brasil.

A etapa semifinal regional será realizada pela rede de Alianças Francesas no Brasil, em 7 cidades diferentes em diversas regiões do país. As apresentações serão transmitidas ao vivo através das redes sociais das Alianças Francesas das cidades de Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, nas seguintes datas:

  • AF São Paulo – 2 de outubro
  • AF Brasília – 22 de outubro
  • AF Porto Alegre – 23 de outubro
  • AF Rio de Janeiro – 27 de outubro
  • AF Belo Horizonte – 28 de outubro
  • AF Curitiba – 29 de outubro
  • AF Aracaju – 7 de novembro

Os 7 (sete) candidatos classificados na 2ª Etapa, vencedores de cada etapa regional participarão da Final Nacional de forma virtual em 27 de novembro 2021. O júri da final nacional contará com a participação de Letrux, Ben l’Oncle Soul, Luedji Luna & L’Homme Statue (Loïc Koutana) e Flávia Coelho, entre outros artistas brasileiros e franceses, que irão formar o júri das semi-finais. O concurso será constituído de três etapas eliminatórias e classificatórias.
O grande vencedor da noite será premiado com uma viagem para Paris e passe para o MaMA Festival & Convention, maior encontro francês da indústria musical na França. O segundo colocado receberá um final de semana em uma unidade Club Med no país e o terceiro colocado receberá uma diária de gravação em estúdio profissional.

PRÊMIOS DA ETAPA SEMIFINAL 

Serão premiados os três primeiros classificados na semifinal Curitibana do Festival. 

Os prêmios serão escolhidos por cada AF organizadora da Etapa Regional e o primeiro lugar de cada Etapa Regional participará da Final Nacional. Os prêmios serão entregues na Aliança Francesa, no prazo máximo de 90 dias após a premiação.

Os prêmios da etapa regional em Curitiba são:
1º lugar: Gravação de uma música em estúdio (música + vídeo) + Participação na Final Nacional do Festival da Canção;
2º lugar: Consultoria musical de técnica vocal e performance + Atelier Temático AF Curitiba;
3º lugar: Sessão de fotos profissional + Atelier Temático AF Curitiba;

OS PRÊMIOS DA ETAPA FINAL

Serão premiados os três primeiros classificados na 3° e última Etapa do Festival:

1º lugar: 1 passagem de ida e volta para Paris saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo + 5 noites de hospedagem em Paris com café da manhã, em hotel escolhido pela organização do Festival no valor máximo de R$2.600,00 (dois mil e seiscentos reais), um passe para o MaMA Festival & Convention, maior encontro da indústria musical na França, a ser realizado em outubro de 2022;
2° lugar: um fim de semana em uma unidade Club Med, para duas pessoas.;
3° lugar: uma diária de gravação em um estúdio profissional no valor máximo de R$ 1000,00 (mil reais);

A banca julgadora será composta de três a seis personalidades ligadas ao meio artístico, à Aliança Francesa, às autoridades francesas e/ou representantes de patrocinadores.

CONHEÇA A MADRINHA E O PADRINHO

Escritora, cantora, compositora, poeta e atriz, Letícia Novaes é um dos nomes de maior destaque no cenário da música independente contemporânea. Ficou conhecida em todo o Brasil após o lançamento do seu primeiro disco solo sob o nome LetruxEm noite de Climão (Joia Moderna, 2017).

Já faz 10 anos que Ben vagueia por salas de concerto e viaja pelo mundo para dar sua voz, seu “SOUL”. Seu último álbum Addicted to You é uma viagem ao coração dos ritmos e sons de sua infância. Do RnB ao Reggae, ou do Jazz ao Hip Hop, este jovem que era chamado “L’Oncle Soul” (Tio Soul) e cuja carreira começou a 100 km/h parece ter conquistado o público francês.

Festival da Canção Aliança Francesa 2020

  • Inscrições: http://festivaldacancaoaf.com.br/
  • Prazo de inscrição: De 07 de julho a 31 de agosto de 2021
  • Seleção dos candidatos : De 1º a 15 de setembro 2021
  • Divulgação dos selecionados no Site : A partir de 16 de setembro 2021
  • Apresentação do Festival: Etapas Regionais : Outubro de 2021
  • Apresentação do Festival: Etapa Nacional e Final: 27 de Novembro de 2021

INSCRIÇÕES – Curso “Das vanguardas à resistência: mulheres artistas francesas no século XX”.

Estão abertas as inscrições para o curso Das vanguardas à resistência: mulheres artistas francesas no século XX.

O curso será ministrado por Nicole Lima, doutora em artes visuais, professora, curadora, artista visual e pesquisadora em estudos da imagem, história da arte e linguagens contemporâneas. Atualmente desenvolve sua pesquisa sobre a história da representação das mulheres na arte, antes e depois de participarem como criadoras nos processos artísticos.

O curso é gratuito e será realizado nos dias 18 e 25 de outubro, das 19h00 às 20h30 (dois encontros de 1h30min cada) via Zoom. As inscrições estão disponíveis no Sympla e são apenas 30 vagas.

Para saber mais sobre a dinâmica do curso e sobre o currículo da ministrante, acesse o link do formulário de inscrição. Inscreva-se!

O curso vai apresentar e comentar as obras das mulheres artistas francesas que se destacaram no último século.
Tendo a França como berço das vanguardas do século XX, e também das revoluções que sucederam os protestos de maio de 1968, qual o papel das mulheres nesses movimentos?

24/09: Atelier dos Profes – Jacques Prévert

De maio a dezembro de 2021 vamos abrir ateliers virtuais gratuitos ministrados pelos professores e professoras da AF. Os temas das conversas serão bem variados, passando por história, cinema, fotografia, gastronomia vegana, poesia, literatura, cidades francesas, pintura e muito mais. 

Duas vezes ao mês, você poderá conhecer alguns dos nossos professores e professoras e aprender sobre temas ligados à cultura e história de países francófonos. Todas as atividades serão gratuitas e ministradas em português. 

Jacques Prévert foi um homem de múltiplos talentos, trabalhou com teatro, cinema, poesia, pintura, publicou livros infantis, compôs canções e deixou contribuições notáveis em todas essas áreas. No dia 24/09, sexta-feira, a Profª Shaista Rasib vai ministrar um atelier gratuito sobre a vida e a obra desse grande artista francês.

O atelier será realizado via Zoom e as inscrições estão disponíveis no Sympla. Se interessou? Então corre porque são só 25 vagas!

Data: 24/09/2021, sexta-feira

Horário: 19h

Ministrante: Profª Shaista Rasib

Gratuito/ 25 vagas

Via Zoom

Link para inscrições: 

Soirée Litteraire Interativa | Germinal, escrito por Émile Zola

Evento bimestral de literatura, organizado em parceria entre a Aliança Francesa de Curitiba e Marcelo Almeida Cultura, vamos discutir sobre autores e obras da literatura francesa e francófona.

Como funciona o evento:

  • É selecionada uma obra francófona. Este mês: Germinal, escrito por Émile Zola
  • O público interessado faz inscrição pela plataforma Sympla* e pode emprestar o livro na secretaria da AF;
  • O público inscrito pode ler a obra até o dia do evento;
  • No dia do evento, os participantes debatem, conversam sobre a obra via Zoom;
  • Se você não tem o livro, não se preocupe! Os exemplares são disponibilizados para empréstimos pelo Marcelo Almeida Cultura na secretaria da AF da Prudente de Moraes. Após a leitura, devolva na secretaria.
  • Verifique disponibilidade do livro previamente.

Data: 30/09/2021
Horário: 19h00
Inscrições Virtuais: 
Informação: 3223.4457 ou contato@afcuritiba.com.br

Sobre a obra:

Germinal, escrito por Émile Zola, é um romance histórico, o décimo terceiro da série “Les Rougon-Macquart” e possivelmente um dos mais famosos. Uma das principais obras do naturalismo europeu, Germinal fala da realidade dos trabalhadores das minas de carvão na França do século XIX, descrevendo o período durante uma greve provocada pela redução dos salários e más condições de trabalho. “Germinal” é o nome do primeiro mês da primavera no calendário estabelecido pela Revolução Francesa, correspondia a 21 de março a 19 de abril do calendário atual. Zola associou o potencial germinativo das sementes das plantas à possibilidade de transformação social: por mais que arranquemos o broto das mudanças, elas sempre voltarão a germinar, acreditava ele.

 

Cinescritura – Pioneiras do Cinema Francês

Cinescritura é o evento virtual mensal da AF Curitiba para falar sobre cinema francófono e sua multiplicidade. Nessa série de lives gratuitas, vamos conhecer mais sobre realizadores e realizadoras francófonos, conversar sobre festivais de cinema virtuais e diversos outros assuntos cinematográficos. 

O segundo encontro do Cinescritura, dia 28/09 às 19h00, será sobre as pioneiras do cinema francês. Nessa conversa vamos saber mais sobre os trabalhos das cineastas Germaine Dulac e Alice Guy-Blaché, mulheres que realizavam filmes nas primeiras décadas do século XX, no início do cinema. A pesquisadora, tradutora e crítica Emanuela Siqueira, mediadora do Cinescritura, e a roteirista e pesquisadora Maritza Muniz mostrarão referências e apresentarão as carreiras dessas duas cineastas.

Os encontros do Cinescritura são gratuitos e serão transmitidos ao vivo no Facebook e YouTube da AF Curitiba.

Exposição Universcience – Línguas em perigo: Como podemos salvá-las?

Você sabia que são faladas, hoje, no mundo cerca de sete mil línguas? E que cerca de metade dessas línguas correm o risco de desaparecer? Essas informações estão reunidas na exposição científica Línguas em perigo: como podemos salvá-las?, a ser realizada na área externa da AF Curitiba – Sede Prudente de Moraes, a partir de 15/09.

A exposição foi concebida pela Cité des Sciences et de l’Industrie (Cidade das Ciências e da Indústria –
https://www.cite-sciences.fr/fr/accueil/, na França, e no Brasil será realizada em parceria com a Aliança Francesa de Belo Horizonte, que traduziu os conteúdos e realizou a exposição em formato virtual. 

As informações e imagens de Línguas em perigo: como podemos salvá-las? fazem parte da pesquisa realizada por Bárbara Vignaux, e revela como a ciência tem sido uma aliada no combate às constantes ameaças de extinção de milhares de línguas indígenas.

Além da visitação presencial, a exposição trará palestras virtuais com pesquisadores, fique de olho nas nossas redes sociais para saber mais! 

Quando: A partir de 15/09
Horário de visitação: De segunda a sexta, das 09h00 às 18h00
Exposição gratuita, na área externa da AF Curitiba – Unidade Prudente de Moraes: Alameda Prudente de Moraes, 1101, Centro, Curitiba, PR

 

Café Philo Virtual: Entre a animalidade e a humanidade, o desafio de um mundo interespécies

No dia 17/09, sexta-feira, acontece mais uma conversa virtual do Café Philo 2021, realizado em parceria entre a  Aliança Francesa de Curitiba, o Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCPR e com curadoria de Ericson Falabretti e Cesar Candiotto.

Em 2021 o tema geral do Café Philo é Desafios Globais para Outros Mundos Possíveis. A proposta dos encontros será discutir os principais desafios globais, irrenunciáveis ao momento presente. Com o advento de uma pandemia cujos efeitos são inimagináveis, antigos problemas, que dividem e desunem comunidades e multidões, tornaram-se mais poderosos. Eles têm transformado o Planeta Terra em um globo cuja circunscrição obstaculiza as saídas e parece não dar margem à criação de outros mundos. 

No encontro de setembro o tema será “Entre a animalidade e a humanidade, o desafio de um mundo interespécies”, com a participação das convidadas Cassiana Lopes Stephan (UFPR) e Letícia Mirielle Gonçalves de França Costa (PUCPR). Esperamos vocês para mais um debate de ideias no Café Philo!

 

CAFÉ PHILO 2021 – Live 5: Entre a animalidade e a humanidade, o desafio de um mundo interespécies
Quando: Dia 17/09, às 19h30;
Convidados: Cassiana Lopes Stephan (UFPR) / Letícia Mirielle Gonçalves de França Costa (PUCPR);
Curadoria: Ericson Falabretti (PUCPR) / Cesar Candiotto (PUCPR);
Evento gratuito;
Via Facebook e YouTube da AF Curitiba
Inscreva-se
 https://www.youtube.com/watch?v=VwEOXUgEl7Q

Concerto Curitibano das Línguas Europeias

Concerto Curitibano das Línguas Europeias

No dia 26/09 é comemorado o Dia Europeu das Línguas, para celebrar essa data a EUNIC Curitiba organizou o Concerto Curitibano das Línguas Europeias. Nessa mostra musical, diversos artistas da capital paranaense interpretarão músicas em idiomas falados na Europa, para celebrar a diversidade linguística do continente. Venha conhecer músicas da Alemanha, Espanha, França, Hungria, Itália, Luxemburgo, Polônia, Portugal e Suíça, com arranjos inéditos e interpretadas por músicos da cena curitibana.

Os cantores e cantoras convidados(as) para o evento são: Ana Cascardo, Edith de Camargo, Karolyne Liesenberg, Kauan Gandara Dely, Lio Soares, Lya Cividini Franco, Marcia Kaiser, Maria Paraguaya e Paulo Barato

O evento será transmitido via YouTube e Facebook das instituições participantes. Para assistir, basta acessar um dos canais abaixo no dia 26/09, às 19h00:

Café Philo Virtual: Desafios Globais Para Outros Mundos Possíveis

Os encontros mensais de Café philo estão de volta. Agora em formato de live! Participe

Data: 27/08/2021
Local: Youtube Canal – Aliança Francesa de Curitiba e Facebook
Horário: 19h30
Tema:  A definir
Convidados: A definir

Curadoria: Ericson Falabretti (PPGF-PUCPR) e Cesar Candiotto (PPGF-PUCPR)
Apoio: Programa de Pós-Graduação em Filosofia (PUCPR)

DESAFIOS GLOBAIS PARA OUTROS MUNDOS POSSÍVEIS

A Café Philo de 2021 pretende discutir os principais desafios globais, irrenunciáveis ao momento presente. Com o advento de uma pandemia cujos efeitos são inimagináveis, antigos problemas, que dividem e desunem comunidades e multidões, tornaram-se mais poderosos. Eles têm transformado o Planeta Terra em um globo cuja circunscrição obstaculiza as saídas e parece não dar margem à criação de outros mundos.

Assim, a mentira pública e sua utilização política sempre existiu, mas ela foi potencializada com o advento das novas tecnologias e das Fake News, influenciando nas tomadas decisórias dos mais variados níveis, entre eles as escolhas políticas e seus efeitos deletérios.

Viver em condições desfavoráveis para populações vulneradas e deparar-se diariamente com a morte é anterior ao advento da pandemia. Porém, essa vulneração tornou-se mais intensa, e sua abrangência alcançou os mais diversos rincões do Planeta, diante das vidas perdidas pela pandemia e seus efeitos psíquicos naqueles que sequer puderam enterrar devidamente seus entes queridos.

A desigualdade das relações de gênero, cuja emergência é difícil de delimitar, adquiriu feições peculiares no século passado com o advento das mulheres no mercado de trabalho e no terreno educacional. Porém, em uma conjuntura marcada pela pandemia e pela reconfiguração do autoritarismo, novas estratégias de lutas deverão ser debatidas e empreendidas.

A crise climática tornou-se nos séculos XX e XXI um desafio planetário em razão do desequilíbrio do ecossistema, provocado pela ação humana. A dizimação de espécies da fauna e da flora em escala galopante, decorrente da destruição das florestas, do avanço da monocultura e da poluição das águas, demanda posturas coletivas e urgentes de ruptura com uma concepção de natureza assemelhada a uma mãe, pródiga de recursos infinitos.

As velhas desigualdades de acesso à escolarização e à alimentação das crianças tornaram-se mais evidentes diante de uma conjuntura de crise sanitária. As novas mídias e suas plataformas até procuram corrigir e substituir as salas de aula presenciais, mas, em contrapartida elas evidenciam como a falta de uma política pública de acesso à educação digital potencializa antigas desigualdades de classe.

Estes e outros desafios serão objetos de debate no Café Philo de 2021. Em suas diferentes sessões, procurar-se-á debater a respeito do enfrentamento da mentalidade segundo a qual Terra é avassaladoramente redutível a um globo e em cuja circunscrição perpetuam-se antigas práticas divisórias e políticas anacrônicas de desigualdade.

Como enfrentar estes desafios e criar outros mundos possíveis, marcados pela preservação das diferentes espécies, pela transparência na política e sua ruptura com os porões da mentira organizada, pela proteção intermitente das vidas mais vulneradas e pela prioridade da educação das crianças por parte dos governos e da sociedade?

Cinescritura – Agnès Varda

A AF Curitiba agora tem encontros virtuais mensais para falar sobre cinema! Conheça o Cinescritura.

O cinema francês e francófono é múltiplo e vasto. Desde o final do século XIX, com a criação dos primeiros aparelhos que reproduziam a imagem em movimento, passando pelas discussões e reivindicações de autoria entre as décadas de 1950 e 1960 até séries e filmes populares disponíveis em plataformas de vídeo por demanda, o cinema falado em francês é parte fundamental da história da sétima arte. Cinescritura é um projeto de encontros mensais para conhecer e conversar sobre esse cinema e sua multiplicidade. O nome é emprestado do termo que a diretora Agnès Varda cunhou para falar de um cinema em que quem realiza se envolve completamente com a obra. 

O primeiro encontro do Cinescritura, dia 19/08 às 19h00, é sobre a cineasta que inspirou esse nome: Agnès Varda, a diretora que com mais de sessenta anos de carreira se (re)inventou a cada filme realizado. Varda começou como fotógrafa e se tornou um dos principais nomes do cinema francês e, talvez, a única mulher a ser cogitada como parte da geração da nouvelle vague. Porém, a diretora construiu um estilo próprio e nenhum de seus filmes cabe em alguma escola ou gênero cinematográfico específico. Pensando que ela desenvolveu a técnica de uma empatia radical do olhar, nesse encontro será feito um passeio pela filmografia da realizadora percebendo como seus filmes são honestos e acessíveis para qualquer tipo de pessoa que assiste.

Os encontros do Cinescritura são gratuitos e serão transmitidos ao vivo no Facebook e YouTube da AF Curitiba. As conversas são mediadas por Emanuela Siqueira, tradutora e doutoranda em estudos literários pela UFPR. Escreve sobre cinema desde 2008, cresceu alugando VHS e assistindo filmes na tevê aberta brasileira. Atualmente colabora com os sites Quadro por Quadro (https://www.quadroporquadro.com.br/), cobrindo especialmente o cinema independente e mantém o Cine Varda (https://cinevarda.com.br/), com Michelle Henriques, site sobre mulheres no cinema do ponto de vista de duas amigas. 

Cinescritura – Agnès Varda
Mediação: Emanuela Siqueira
Data: 19/08, quinta-feira
Horário: 19h00
Via Facebook e YouTube da AF Curitiba
Evento Gratuito