Café Philo Virtual: Desafios Globais Para Outros Mundos Possíveis

Café Philo Virtual: Desafios Globais Para Outros Mundos Possíveis

Os encontros mensais de Café philo estão de volta. Agora em formato de live! Participe

Data: 28/05/2021
Local: Youtube Canal – Aliança Francesa de Curitiba e Facebook
Horário: 19h30
Tema: “O desafio de viver em época de pandemia”
Convidados:

  • Prof. Dr. Cloves Amorim (Psicologia/PUCPR)

  • Me. Flávia Andrade (Filósofa e Doutoranda Psicologia Clínica/USP)

Curadoria: Ericson Falabretti (PPGF-PUCPR) e Cesar Candiotto (PPGF-PUCPR)
Apoio: Programa de Pós-Graduação em Filosofia (PUCPR)

DESAFIOS GLOBAIS PARA OUTROS MUNDOS POSSÍVEIS

A Café Philo de 2021 pretende discutir os principais desafios globais, irrenunciáveis ao momento presente. Com o advento de uma pandemia cujos efeitos são inimagináveis, antigos problemas, que dividem e desunem comunidades e multidões, tornaram-se mais poderosos. Eles têm transformado o Planeta Terra em um globo cuja circunscrição obstaculiza as saídas e parece não dar margem à criação de outros mundos.

Assim, a mentira pública e sua utilização política sempre existiu, mas ela foi potencializada com o advento das novas tecnologias e das Fake News, influenciando nas tomadas decisórias dos mais variados níveis, entre eles as escolhas políticas e seus efeitos deletérios.

Viver em condições desfavoráveis para populações vulneradas e deparar-se diariamente com a morte é anterior ao advento da pandemia. Porém, essa vulneração tornou-se mais intensa, e sua abrangência alcançou os mais diversos rincões do Planeta, diante das vidas perdidas pela pandemia e seus efeitos psíquicos naqueles que sequer puderam enterrar devidamente seus entes queridos.

A desigualdade das relações de gênero, cuja emergência é difícil de delimitar, adquiriu feições peculiares no século passado com o advento das mulheres no mercado de trabalho e no terreno educacional. Porém, em uma conjuntura marcada pela pandemia e pela reconfiguração do autoritarismo, novas estratégias de lutas deverão ser debatidas e empreendidas.

A crise climática tornou-se nos séculos XX e XXI um desafio planetário em razão do desequilíbrio do ecossistema, provocado pela ação humana. A dizimação de espécies da fauna e da flora em escala galopante, decorrente da destruição das florestas, do avanço da monocultura e da poluição das águas, demanda posturas coletivas e urgentes de ruptura com uma concepção de natureza assemelhada a uma mãe, pródiga de recursos infinitos.

As velhas desigualdades de acesso à escolarização e à alimentação das crianças tornaram-se mais evidentes diante de uma conjuntura de crise sanitária. As novas mídias e suas plataformas até procuram corrigir e substituir as salas de aula presenciais, mas, em contrapartida elas evidenciam como a falta de uma política pública de acesso à educação digital potencializa antigas desigualdades de classe.

Estes e outros desafios serão objetos de debate no Café Philo de 2021. Em suas diferentes sessões, procurar-se-á debater a respeito do enfrentamento da mentalidade segundo a qual a Terra é avassaladoramente redutível a um globo e em cuja circunscrição perpetuam-se antigas práticas divisórias e políticas anacrônicas de desigualdade.

Como enfrentar estes desafios e criar outros mundos possíveis, marcados pela preservação das diferentes espécies, pela transparência na política e sua ruptura com os porões da mentira organizada, pela proteção intermitente das vidas mais vulneradas e pela prioridade da educação das crianças por parte dos governos e da sociedade?